O valor das coisas


Olá, humanos.

Eu sou a Deka Pimenta e pra mim objetos são objetos, enquanto vidas são vidas.

As pessoas adquiriram o estranho hábito de confundir essas duas coisas e tratam objetos como vidas e vidas como objetos.

O mais recente exemplo que eu tive, foi o da Bibica.

Ela é uma cadela de porte grande e pelo dourado, sem raça definida.

Foi atropelada e machucou bastante a pata dianteira direita, então seu dono a levou ao veterinário.

Lá, o “profissional” disse que seria necessário uma cirurgia para a patinha dela ficar perfeita, mas também poderia tentar imobilizar, com um grande risco de o osso calcificar torto.

O dono optou por imobilizar. Ela ficou com a patinha torta.

Quando ele foi buscá-la e a viu mancando, simplesmente a abandonou no veterinário, como se desfizesse de um objeto que foi danificado sem conserto.

O “profissional” a manteve lá por um tempo, mas sabia da dificuldade de conseguir quem adote um animal grande e deficiente. Então ele tomou a sábia decisão de sacrificá-la, dizendo que estava gastando ração com a Bibica.

Por sorte a voluntária Mariana ficou sabendo do caso e abrigou a Bibica em sua casa.

Mas confesso que me cortou o coração ver a coitadinha na feira de sábado passado.

Quando não havia ninguém dando atenção a ela, ficava deitada no chão com os olhos tristes, ganindo.

De mulher pra mulher, a gente sabe o que é ter um coração partido. Ela ficava tentando sentar, ainda pouco adaptada à pata com problema e quando sentei perto dela, a Bibica só deitou a cabeça no meu colo e ficou lá quietinha. Nem fez festa como os outros cães fazem.

Espero de coração que a Bibica encontre logo alguém que a faça feliz e a trate como um cão merece. Porque ser confundida com um objeto ela já foi.

Veja mais fotos da Bibica e da última feira de adoção, em nosso flickr.

Anúncios

5 Respostas so far »

  1. 1

    Lady said,

    Boa tarde. Gostaria de saber quais as medidas que o profissional (veterinário) adotou quando do abandono ou pedido de autanásia para a Bisteca????
    Veja, se o Dono cometeu um crime (abandonar é crime) todos que compactuaram foram coninventes!!!!
    Entendo que tirar de imediato o animal dessa pessoa foi a atitude sensata mas não denunciá-lo foi tão quanto criminoso, porque sabemos que essa pessoa vai num outro local, “compra” um lindo filhotinho e fará o mesmo daqui alguns anos!!!!
    Isso está correto?
    As ONGS deveriam procesar essas pessoas e mais do que isso colocar nos blogs para que quem sabe, um dia, elas tomem consciência dos seus atos ou pelo menos não volte cometê-los! Não adianta tratar o resultado mas é preciso de forma mais dura, tratar os efeitos!
    De que valem as leis? Delegacias? Protetores senão há denuncias????
    Lamento que muitos veterinários, para não perder o “cliente” se omitem!!!!!!!
    Lady

  2. 2

    Lady said,

    Desculpe chamei Bibica de Bisteca!!!!!
    Lady

  3. 3

    lindiane said,

    nossa que historia triste a da bibica! me partiu o coracao.n sei onde vamos parar,o ser humano estao cada vez pior.eles me dao nojo.

  4. 4

    Adote Já said,

    Oi Lady. A Bibica veio de outra cidade, acho que da capital. Uma moça ficou sabendo da história e comovida pediu a cachorra ao veterinário. Essa moça em questão estuda na mesma faculdade de uma voluntária da ONG que acabou recolhendo-a em sua casa. Não temos os dados de tal “profissional”. É revoltante mesmo, concordo com você. As leis existem mas infelizmente não há medidas pra que elas sejam de fato cumpridas. O descaso para com nós, protetores é muito grande. A ong Adote Já protocolou projetos junto a Prefeitura e entre eles tem o pedido da criação de um departamento, com telefone para denúncias, tipo uma comissão investigativa para casos de maus tratos que puniria os infratores. Vamos ter esperança que em breve as coisas vão melhorar.
    Amigos, protestem, se revoltem mesmo. Nós somos a voz dos animais.
    Att, Fernanda Moreno – Voluntaria

  5. 5

    Adote Já said,

    A Bibica foi adotada. Uma família de São Paulo, soube da história dela e foram buscá-la na Clínica, quando souberam que ela estava sob a guarda de uma protetora em Mogi, entraram em contato e vieram adotá-la. Graças a Deus, ficamos todos muito felizes! Que Deus abençoe a família da Bibica!. Fernanda Moreno – Voluntária


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: