Existem pessoas e pessoas


No mundo existem três classes de seres humanos: os medianos, que não cheiram nem fedem; os que fazem a diferença, lutando por uma boa causa; e os repugnantes que vieram ao mundo a passeio e esqueceram o caminho de volta. Estes últimos são além de abomináveis, muito fáceis de encontrar, infelizmente.

Tem cerca de dois anos que sou voluntária na ONG e lá a gente vê cada coisa… é uma tristeza. E olha que não falo dos bichinhos que não poucas vezes causam pena pelo estado em que chegam. Não. Falo dos seres “humanos” (será?) , que vez ou outra aparecem para dar um showzinho e irritar pelo menos um lá dentro.

Quer um exemplo? uma patricinha (Patrícias me desculpem o termo pejorativo, é só para ilustrar), leva um gato para “deixar” na ONG. Toda arrogante não aceita ouvir os procedimentos e não quer contribuir nem com a ração, pois “o gato não é meu”. Ah coitada, tinha me esquecido, verdade né, ela “pegou” na rua. Engraçado, também não é nosso?! “-Então vou largar na rua…”

Ah, mas eu acho tão bonito essa educação das pessoas sabe? Que coisa mais linda de se dizer. Tem dinheiro para fazer as unhas, o cabelo, mas para doar um pouquinho para ajudar alguém? Só distribui patada e grosseria. Cansei. Estou farta de mediocridade.

Já pensou se todos pensassem assim? –“Ah, não vou jogar papel no cesto, todo mundo joga na rua…”, “- Não vou chamar a ambulância para aquele acidentado, eu não conheço mesmo”…

Inversão de valores, cada um olhando somente para seu próprio umbigo. Que horror!!!

E por favor, parem de ir pedir york, poodle mini, persa… gente… ACORDA!!! Nós existimos para ajudar quem precisa, se aparecer um York, um shitzu, um ilhasa ou qualquer outra raça, é claro que ajudaremos e doaremos mas não vamos ligar pra ninguém, ele participará da feira como qualquer outro porque para nós, que todos os dias cuidamos de abandonados e perdemos nossos sábados e dias de folga em prol dos animais e também vivemos consertando, com perdão da palavra, as “cagadas” que o ser humano faz com esses pobres inocentes, é indiferente a raça ou cor. Sabem por que? Porque fazemos por amor, e quando alguém vem perguntar, “-Nossa, com tantas crianças na rua, vocês correm atrás de gato e cachorro” (leia imaginando a cara mais nojenta do mundo falando) eu posso dizer eu faço diferença no mundo e você? Faz o que? Ajuda quem?”.  

Não critique quem larga tudo e vai para a África ajudar os elefantes, eles têm o mesmo valor dos que embarcam em missões para ajudar os aidéticos. Fazem com a mesma dedicação. É uma questão de atitude. O mundo precisa de respeito.  Alguém tem que fazer, que por a mão na massa, que brigar para aquilo acontecer. E outros têm de calar a boca e passar longe de quem está dedicando a vida a uma causa.

Texto: Fernanda Moreno

Quem me dera ao menos uma vez
Que o mais simples fosse visto
Como o mais importante
Mas nos deram espelhos e vimos um mundo doente.

(Renato Russo)

Anúncios

19 Respostas so far »

  1. 1

    Parabéns Fernanda pelo texto forte e verdadeiro, estou com você em tudo que escreveu. O problema é que há pessoas que não têm o que oferecer, então o negócio é gritar e tentar se sobrepor a quem realmente trabalha. Esse tipo de gente é oca, vazia e não encontra abrigo nem para si próprio.Ao contrário de outros que vieram para fazer a diferença. Vamos lá, a luta só começou.Bjs.

  2. 2

    Andressa Prado said,

    Bom dia Fernanda, li o texto e concordo plenamente. Acredito que Deus nos dá um desafio, conforme a capacidade de cada um. Ele não dá um “fardo” para ninguém, se esse alguém não consegue suportar… Então mesmo que seja díficil que eu sei que é, uma luta diária que vocês enfrentam, onde vemos descaso, e tanta crueldade.. mas também podemos presenciar o resultado, cães e gatos indo para lares, e certeza que farão felizes várias famílias, da mesma forma que as minhas gatas me fazem! Parabéns a vocês, por esse trabalho maravilhoso, vocês estão em minhas orações, se o mundo pensasse como nós seria diferente, mas o ponta a pé inicial foi dado, e é isso que falta a atitude, e foi esse o diferencial de vocês, não ficaram só nos “temos que fazer”, vocês partiram para a luta!
    Por favor entrem em contato comigo, quero ajuda-los sendo uma voluntária ok?!
    meu e-mail é andressamarjorie@gmail.com

    Abs,

    E que Deus abençõe!

    Andressa.

  3. 3

    Ana said,

    Nossa, adorei! E assino por baixo!
    Dos voluntários, eu sou talvez das que some mais né? kkkk Mas acredito que cada um ajuda como pode, e eu ajudo com todo o meu coração, podem acreditar nisso!
    Eu não sou uma pessoa muito simpática por natureza, então quando alguém me pergunta se tem cachorro filhote, de raça, porte pequeno e que não faça muito barulho, eu faço, sim, a minha cara nº 33 de nojo (tenho várias caras de nojo ahahaha). Precisamoente por isso q vc falou, para nós, não há diferença entre cães de raça e viralatinhas, cães são cães, e todos merecem o mesmo carinho e amor.
    Admiro todos os voluntários por tudo o que fazem e tenho muito orgulho de fazer parte desse grupo!
    Que Deus continue abençoando o nosso trabalho!

  4. 4

    Adote Já said,

    Oi Ana! Obrigada…
    Claro que você não é a mais sumida, está sempre com a gente. Além do mais sempre publicando matérias em jornais, você é a nossa “relações publicas” rsrs… Que Deus abençoe nossas vidas mesmo, precisamos muita da força Dele. Nosso grupo efetivo de voluntários está muito bacana, que ele venha a crescer e manter-se sempre unido. Bjo, Fernanda

  5. 5

    Adote Já said,

    Obrigada D. Olga… você é uma das pessoas que fazem a diferença, já ajudou a resgatar muitas vidas. Parabéns! Estamos juntos! Bjo, Fernanda

  6. 6

    Nívea said,

    Fê,você se superou…muito bom !!!Dá vontade de gritar isso todos os dias pra esse povinho sem noção né???

  7. 7

    Aliete said,

    Olá, eu estava aí, quando o fato aconteceu, fiquei enojada com atitude da patricinha que levou o gato, estas pessoas não fazem a diferença no mundo, eu procuro sempre fazer a minha parte, mas sempre acho que não é o bastante, a sua atitude naquele dia acredito eu, não foi somente por aquele fato isolado mas por muitos que acontece e parece não ter fim, mas com certeza vc faz a diferença, parabéns. Ah! antes que eu me esqueça gostaria de agradecer vcs, pois a feira foi um sucesso, os filhotinhos que levei de um cahorra que resgatei foram todos adotados, agora vamos para segunda parte, o monitoramento dos adotantes, obrigada vcs são 10.

  8. 8

    Ralf Naure said,

    Oi Fê, sou eu, hehehe

    Assino sem pestanejar o seu texto…

    Só não podemos desistir, temos que continuar conscientizando, esclarecendo.
    Não podemos vencer pela dor, só pelo Amor…

    Vamos em frente!!

  9. 9

    danieleakemi said,

    Noossa Fernanda arrasou! adorei o desabafo! tem pessoas que tem que acordar para a vida e enxergar outras coisas além do próprio umbigo! Concordo com o Ralf, só se vence uma luta com amor.. 🙂 Beijosss

    Dani Akemi

  10. 10

    JULIANA OLIVEIRA said,

    Fer PARABENS pelo linda Mensagem é isso ai !!
    Que Deus Abenções o trabalho de vcs!
    Que pena que agora tô sem tempo nenhum pra fazer minha parte,beijos saudades!

  11. 11

    Adote Já said,

    Valeu Ju… apareça quando puder… Bjus

  12. 12

    Adote Já said,

    Oi Dani,
    Olha, realmente é o amor que nos move. É por amor aos bichos que pedimos força para Deus para todos os dias irmos à luta. Mas também encontramos pelo caminho seres humanos dignos e decentes que fazem valer a pena nosso trabalho. Quando doamos um animalzinho e vemos o carinho da família, compensa tudo! Bjus

  13. 13

    Adote Já said,

    Ralf,
    é isso aí companheiro, desistir da luta jamais rsrsrs… bjus, Fernanda

  14. 14

    Adote Já said,

    Olá Aliete,
    Você estava lá e viu, o pior é que sempre aparece uma dessas… alguns conseguimos dialogar pelo menos, outros só perdendo a calma mesmo. Mas graças a Deus, o gatinho que retirei da mão deles já foi doado. Fiquei irritadissima na hora, detesto arrogancia, mas ter conseguido um lar para ele foi tudo de bom! Um abço, obrigada pela visita! Fernanda

  15. 15

    Adote Já said,

    Oi Nívea.. valeu…
    Dá vontade mesmo né? Ah, desabafar é tão bom, acho que vou escrever mais sobre isso, meu próximo texto vai ser sobre a palavra “desfazer”… ahhhhh… rsrsrs

  16. 16

    maria do carmo said,

    Você disse tudo e mais um pouco! Parabéns pelo desabafo!!
    Fica com Deus!!!!!!

  17. 17

    Adriana said,

    Grande Fernanda! nossa heroina e protetora dos animais, em especial dos gatinhos. Vc sabe o qto eu a admiro pois vc não mede esforços… Ah! é claro continuaremos incansavéis nosso trabalho de formiguinha, mas por outro lado, não esquenta pois Deus está vendo e: aqui se faz, aqui se paga. Bj Adri

  18. 18

    Adote Já said,

    Eh Dri.. tudo isso? Menos menos rsrs… assim eu fico com vergonha poxa. Obrigada viu? Vc tb mora no meu coração 🙂 Bjus, Fernanda

  19. 19

    Adote Já said,

    Oi Maria do Carmo… obrigada. Um abço, Fernanda


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: