Elas precisam de um lar…


Sabe aquele ditado “uma imagem vale mais que mil palavras”? Pois é, exatamente um mês atrás uma imagem mexeu muito comigo.

Sábado, dia de feirinha no Parque Centenário. Um corre-corre, várias gôndolas com cachorrinhos e pessoas escolhendo quem ia para a casa. Ao canto próximo à porta, três pequeninas corriam e brincavam entre si. Não choravam, apenas pediam atenção de quem ali parava: “Ei, eu também estou aqui”. Três menininhas, não eram as mais belas da festa, afinal os pêlos estavam um tanto quanto judiados. Mas de uma alegria e espontaneidade que me chamaram muito a atenção. Lá pelas tantas quando o movimento diminuiu, um voluntário me mostrou “a foto”. E olhando aquela imagem eu comecei a torcer para que adotassem aquelas princesinhas que precisam tanto de um lar. Pois é, só vendo mesmo. Elas nasceram num buraco na terra. A mamãe cavou, teve seus filhotes e lá ficou.

Uma pena mas nenhuma foi doada aquele dia e elas não foram mais levadas na ONG. A Sra Somoko, dona do sítio onde a Mãezinha se alojou para ter seus bebês, explicou depois que, todos os dias dá ração e água, cobriu com telhas o local mas que não têm como recolher pois possui três cães bravos.

E assim ficam as meninas e a mamãe, num buraquinho na terra num gramado enorme, só que… praticamente ao relento e com os perigos de uma estrada próxima (as bebês as vezes correm para a rua atrás da mãe).

Querendo saber o porquê de não terem sido mais levadas a feirinha e curiosa para ver onde estavam, sábado, fomos eu, Dani e Débora fotografar as petiticas. E até a mãe é cotoquinha… umas graças.

Vejam agora as fotos que as meninas tiraram e a primeira foto, que eu escaneei para vocês verem.

Não é uma coisa fofa e de cortar o coração? Saber que ficam ali, que sofrem perigos e que são tão amorosinhas, precisam tanto de carinho e amor! Quer adotar? Ligue no 4796-2102 ou mande e-mail para adoteja.mogi@gmail.com. Elas têm 70 dias de vida, estão vermifugadas e ficarão de porte médio para pequeno.

por: Fernanda Moreno

5 Respostas so far »

  1. 1

    Adote Já said,

    Cavar buraco na terra é instinto do animal, uma cachorra que eu tinha também fez isso no jardim de casa para ter os filhotes, mas é claro que não deixamos ela ficar lá na terra rsrsrs. Mas esta cena da mãezinha e os filhotes no buraco é sensacional!!

    Beijosss

    Dani

  2. 2

    Adote Já said,

    Pena que choveu hoje! Não pudemos ir lá 😦

  3. 4

    JOÃO MAURICIO RETEK said,

    minha ROTWAILLER morreu depois de treze anos comigo,era minha protetora,e minha fiel companheira e amiga,agora procuro por outra ROTT ou PITBULL,preciso que seja femea,e legitima,e tem que ter no máximo 9 meses de idade,se encontrarem alguma assim me avisem por favor

  4. 5

    Julio Monqueiro said,

    Engraçado ver fotos da minha cadelinha quando filhote. Hoje, ela tem 1 ano e meio, e muito feliz! Trata-se da cadelinha que está mordendo o rabo da mãe em uma das fotos. Sapeca até hoje! hehe


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: