Mas por que castrar meu animalzinho?


Uma pergunta muito frequente na Ong e na Clinica É o Bicho, bom é a melhor e mais eficaz arma contra a reprodução indiscriminada e consequente sobre população de cães e gatos e abate sistemático. Nas fêmeas: elimina a possibilidade de virem a contrair cancro do ovário ou do útero, previne a piometra, um processo inflamatório do útero que, se não for tratado a tempo (o tratamento inclui a esterilização), poderá conduzir à morte do animal;  evita a pseudociese, vulgarmente conhecida como gravidez psicológica ou falsa gestação, que é um distúrbio hormonal bastante comum nas fêmeas, nas fêmeas esterilizadas antes do primeiro cio (aproximadamente aos seis/sete meses) há um risco praticamente nulo de desenvolver tumores mamários. Nos machos:  contribuiu para diminuir a agressividade para com outros machos e as brigas por fêmeas;  O ritual da demarcação de território com urina e os comportamentos possessivos ou dominantes tendem também a diminuir,  diminui a ansiedade e o hábito de fugir ou de montar noutros animais e pessoas ou até na mobília; Poupa ao animal algumas reações instintivas relacionadas com o sistema reprodutor, e por exemplo, os machos ficam muito mais tranquilos; evita tumores testiculares, hérnias perianales, tumores de glândulas hepatóides, tumores de glândulas perianales, tumores e quistes prostáticos, entre outros. No entanto, convém salientar que a esterilização não muda nada em relação à defesa territorial e agressividade por medo, ou seja, a esterilização não deixa o cão menos ou mais medroso, nem interfere no seu instinto de guarda. A personalidade do animal não muda. Diminui o risco de contraírem doenças venéreas transmitidas pelo ato sexual ou ainda doenças transmitidas por dentadas de outros animais. Diminui também o risco de atropelamento, por fuga.

1 Response so far »

  1. 1

    Criz Lazz Cortz said,

    No mês de fevereiro, organizações de proteção animal em todo o mundo comemoram o Dia Mundial da Esterilização (World Spay Day). Ações de conscientização e mutirões de castração são realizados para que mais pessoas tomem a importante decisão de esterelizar – ou seja, castrar – seus animais de estimação.
    No Brasil, a data não poderia ser mais relevante. Aqui existem cerca de 30 milhões de cães e gatos vivendo nas ruas. Esses animais sofrem diariamente, passando fome, sede e padecendo de doenças não tratadas. Essa situação permite que eles se reproduzam indiscriminadamente e aumenta ainda mais o número de animais nas ruas.
    As estimativas são alarmantes: apenas uma cadela não castrada e seus filhotes podem geram cerca de 67 mil outros animais em um período de seis anos. Em sete anos, uma gata não castrada e seus filhotes podem gerar cerca de 370 mil filhotes.
    Nós, do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal (FNPDA), a maior rede de proteção animal do Brasil, queremos ajudar muitos animais este mês, por meio da promoção de iniciativas de castração. E queremos você conosco, para que juntos possamos fazer uma grande diferença para eles!
    http://www.forumanimal.org


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: